terça-feira, março 08, 2005

Não Quero Ser Minoria

Hoje é o dia Internacional da Mulher e, apesar da net, tem gente que ainda não se tocou. Pois é, vou fazer o meu protesto. Vim ao trabalho em pé no ônibus. Desaforo!
Também ninguém me sorriu por conta desta data na rua onde moro e nas outras vias que uso como o caminho de acesso à parada da ônibus. Que bom, sorriram porque gostam de mim.
Também vou protestar contra o meu trabalho. É só intelectual.
Tá, tá bom, eu enfrento o tanque, mas roupa suja se lava em casa, mesmo.
Também dirijo carrinho de supermercado lotado para a boa consistência do fluído vital da minha prole.
Enfrento o calor do fogão, mas ser cozinheira hoje é luxo! Dá Ibope na TV.
Vou declarar escancaradamente:
o meu atual salário dá pra pagar todas as contas e ainda me dou ao luxo de comprar produtos sem estar em liquidação.
É para manifestar mesmo porque hoje é um dia conquistado para isso? então lá vai, estou amando muito e me dando ao prazer e aos desfrutes de ter três filhos bem criados e com duas filhas já com diploma na mão.
Vou levantar a minha bandeira aqui e agora e sair em defesa de todos os meus direitos já conquistados. Sou uma pessoa com títulos de graduação. Tive a oportunidade a duras penas, mas frequentei uma escola de ensino superior.
E agora, pra fazer valer mesmo o dia internacional da mulher eu quero protestar contra a falta de criatividade: na mídia só se fala em falta de remédios, de aparelhos de ponta para fazer mamografia e outros exames básicos, indispensáveis para nós mulheres, que morremos de câncer apesar de toda a tecnologia.
Vi na TV mulheres reclamando da falta de companheirismo dos maridos.
Da falta de emprego com melhores salários;
Da falta de vagas no mercado de trabalho;
Da violência física e psicológica;
Da evazão escolar porque tinham que ajudar a mãe a criar os irmãozinhos.
É problema de pauta que a mídia enfrenta todos os anos nesta data?
É claro que não!!!
O que está faltando, hem?
Quero protestar mesmo, de fato, pra valer, é que eu sou minoria!! Não quero mais isso.CHEGA! Chega de chavôes do tipo "Feliz dia das Mulheres; uma rosa com amor" e outras manifestações efêmeras que não duram 24 horas, TÔ FORA!!!
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno