quarta-feira, abril 26, 2006

ArMA

Manchete de o Povo de hoje constata a violência com armas recicladas. O homem, sempre em fúria consigo, volta a utilizar as pedras bem a moda das cavernas. Lembro-me da campanha que mobilizou o país contra o desarmamento, pela vida.

Pedras são usadas para abater motoristas nas principais ruas da Cidade. Medo, prejuízo de vida. Ganhos, comércio de vidros. E o homem civilizado se perde.

Ganhou o medo. Venceram os argumentos de que uma vez armado, estou fora de perigo.

Não quero ocupar este espaço para fazer alegorias as disposições feitas e as razões de alguns ou da maioria para fazer prevalecer o livre comércio das armas de fogo. Isso, porque o homem continua armado: ainda está em nós o desejo, a força nem sempre contida de soltar o mal. O alvo é apenas o alvo.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno