sexta-feira, setembro 15, 2006

O que é mesmo?


Hoje vou falar o amor, sobre o amar, sobre o buscar essa essência divina. Quanto mais leio sobre o assunto, percebo que estou ainda anos-luz desse sentimento Maior.

De início me senti tão pequena, ínfima criatura desolada do Universo. E com os botões, pulseiras, cordões e casas, pensava sobre o que diria àquelas pessoas aflitas, que buscam no palestrante(?) a receita-alternativa para sobreviver o cotidiano do Ser na Terra.

Eu querendo rebuscar palavras sobre algo tão grande, por isso mesmo o vemos tão longe!!!!

Percebi que esse caminhar se torna pesado porque insistimos em carregar na bagagem coisas, pensamentos, ranço do que não mais precisamos.

Quanto menor a bagagem mais próximo estaremos. Então, para falar de Amor, é preciso falar em faxina da alma. Permitir que a água carregada de bons sentimentos nos banhe por dentro.

Agora, sim, pronta para a faxina, vou lançar convite às mãos que se desprendem dos braços num apelo sem arrogância porque quanto mais pequena, mais leve eu serei.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno