quinta-feira, outubro 05, 2006

Esfumaçar

Fumaça no ar sempre foi motivo para espantos e cuidados. Acidentes são provocados pelo homem, que de tão precavido, vive topando na invigilância. É o que posso dizer depois de ler e ver tantos casos em que nós homens nos rendemos ao prazer do engano.

Da fogueira das paixões sempre há saldo nas cinzas para a sociedade tentar sobreviver sem um acordo de convivência, que permita a nós errantes de plantão, desnudar o discernimento. É a maneira de se continuar vivendo numa seqüência de erros, que nos prostam diante da miséria do isolamento.

Falo da dependência química. Da dependência do escândalo que nos transformam em heróis dos falastrões. É lamentável que ainda continuemos assistindo operetas do anjo decaído.

É o que posso dizer depois de ver a crônica de Tutty Vasques a respeito do vídeo "Tapa na Pantera" , o qual não me senti estimulada para ver. Os comentários me bastam. Chega a doer. Lamento não ter percepção transcendente para entender a necessidade ainda de povoar a mídia com o que temos de mais podre.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno