quinta-feira, novembro 30, 2006

Pela gentileza



Há lugar para a gentileza no mundo convencional? Antes que você responda, eu digo que as convenções restringem as boas ações. Quer ver? O motorista de um coletivo, por exemplo, se parar fora do ponto convencionado, para receber um usuário de todos os dias que ele já conhece, é contravenção.

O caixa de um banco, supermercado, ou semelhante, atender a sua mãe, amiga, ou amigo, antes que todos que estão na fila. O mesmo caixa largar tudo o que está fazendo para sair de trás do balcão de atendimento e dar um beijo apaixonado no amor que acabou de entrar na agência.

Arrancar uma rosa de um jardim alheio para ser romântico. Aceitar um bombom recheado de chocolate com coco e passas sem dizer que está de dieta ou perguntar quantas calorias contem. E comer gemendo(hummmm).

Pegar sanduíches numa mesa farta de café para levar a um amigo que não pode comparecer porque estava trabalhando.

Jamais recuse ou perca oportunidade de ser gentil. Isso, porque as convenções humanas são falhas e não são gerais. E jamais esqueça de agradecer. É o mínimo que podemos fazer por alguém que se arrisca a contrariar os códigos de convivência.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno