terça-feira, abril 03, 2007

Reduzir pra quê?


Não me perguntaram, mas vou falar assim mesmo sobre o que penso da redução da maioridade penal. Não conheço o assunto na sua totalidade, mas a pretensão me estimula. Reduzir a idade legal com a intenção de reduzir a criminalidade, é no mínimo, querer continuar deixando os jovens à revelia do processo de qualidade de vida.


São tantos sem um abrigo no respeito, na sua condição de cidadania... como querer evitar algo que trazemos dentro de nós, por meio de decretos, projetos? Ok, pode-se deixar preso por mais tempo os criminosos precoces, permita-me a expressão, mas para onde irão? Como serão tratados?


São crianças ainda. Já me cutucaram o pensar sob o argumento de que saio em defesa porque ainda não fui vítima de um mirim. Pode até ser, mas quem é mirim, aqui? Eu só vejo um monte de crianças largadas à própria sorte(?) sem norte.


É lógico que a solução não será a curto prazo, mas é tempo de construir uma vida melhor para os nossos filhos sem a desculpa esquiva de que sob o braço forte da lei iremos educá-los e torná-los pessoas melhores.


Não defendo impunidade. Pelo contrário: mas onde estão os maiores de 18? com quem viviam antes? O que comiam? qual a escola que frequentavam? A profissão dos pais? A questão é muito maior do que apenas pretensas discussões.


Nós tememos a violência porque somos ainda e alimentamos esse monstro.
As borboletas foram criadas para voar, ganha o céu numa liberdade infinita enquanto se credita o direito.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno