domingo, maio 27, 2007

Educação que não se mostra


Não me perguntaram, mas vou falar assim mesmo. Costumo dizer para a nossa turma de estudos, que a civilidade humana, pelo menos aqui no Brasil, passa ao largo de muitos cidadãos. Experimente sair de um cruzamento com o semáforo desligado. Somos civilizados?


Enquete de O Povo põe em discussão a forma como é feita a sinalização eletrônica em Fortaleza. Sempre em caráter educativa do tipo se não aprender apanha, os fotossensores são colocados à espreita, para pegar o desavizado ou o contraventor. Nada contra os aparelhos e a intenção de diminuir o número de vítimas do trânsito. Reconheço que para alguns motoristas enlouquecidos o efeito surpresa até funcione.


O que acontece é que a educação não mostra a cara. Como educar sem aparentar, fazer aprender? Querem educar quem? Se a consciência predominasse seria desnecessário qualquer tipo de fiscalização. Seria até cômico ver os carrões parando, motoristas sorridentes e pedindo aos mais velhos e aflitos que passassem, seguissem em frente com a paz de Deus.


Educativos, nada!
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno