quinta-feira, agosto 02, 2007

Vai um cafezinho?


Como você toma café? Eu por todos os sentidos: primeiro pelo olfato, antecedendo o sabor que chega ao paladar na fantasia e que também antecede o calor.


O café representa um dos maiores prazeres que experimento aqui na Terra. É o único que tempera o meu dia e, de certa forma, reconforta.


Fui obrigada a dar uma pausa por conta da cafeína devido ao exagero que comprometeu o bom funcionamento do estômago. Mas, fora isso, o retorno mais moderado continua me permitindo degustar o líquido que gosto de sorver enquanto escrevo, penso, e esbanjo a mente em milhares de projetos.


O cafezinho pode ser motivo para reunião, para o primeiro encontro, para dar desculpas, para aproximar pessoas ou para fugir delas.


Foi tomando cafezinho, em pé, diante do chefe que soube que não ficaria muito tempo fora do mercado, caso fosse demitida. Não sei se aquela conversa curta foi um aviso prévio, acontece que logo depois eu experimentei ser mais um número na fila dos desempregados.


Mas, nem por isso deixei de gostar de café porque nada é mais convidativo e mais carinhoso do que acordar sentindo o aroma, avisando que alguém levantou mais cedo e está me oferecendo gentilezas. E, agora mais aliviada ainda porque os japoneses acabam de inventar café com quase nenhuma cafeína.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno