quarta-feira, setembro 05, 2007

Jornalismo econômico


Nunca simpatizei e não pretendo me especializar em jornalismo econômico, o que lamento, porque se acaso entendesse, não estaria alijada do processo matemático nacional. O que aprendi na escola - e lembro ter tirado boas notas - não tem me auxiliado quando quero entender o processo financeiro do país.


É claro que leio sempre a respeito do assunto porque dependo para continuar no mercado. No entanto, fico sem compreender porque num país como o Brasil, um dos que mais gastam com a previdência, os aposentados e pensionistas passam tanta dificuldades.


Com o contracheque em mão, fico com o olhar preso no espaço dos descontos, principalmente, no que vai para o INSS e busco ver o destino final do dinheiro. Com tanta denúncia de desvios, - e sei que dinheiro desviado não retorna para a origem e, muito menos, para o destino que deveria ter seguido - para onde vai o fruto das minhas tecladas e da minha atenção?


O tempo passa e a poupança continua numa boa foi uma excelente idéia do criador da publicidade, mas como poupar na incerteza da dança final dos zeros e das vírgulas?
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno