segunda-feira, outubro 22, 2007

Em busca do sentido


Acompanhei a dor e o desalento dos pais da garotinha que morreu vítima do desabamento do teto da escola em Beberibe. Hoje, o jornal O Povo pergunta quem vai responder pelo acidente. Enquanto as respostas não chegam, não seria o município, mesmo? Afinal, foi na sede de uma escola pública, durante o tempo em que a criança estava lá.


Agora, como é que se recompensa - se é que esta é a palavra - algo assim? Nada faz sentido ou paga a perda. Mas, algo é preciso ser feito.


Como sempre faço, largo o pensar a toda. Fiquei imaginando como seriam os dias primeiros de um gestor: vamos inspecionar todos os prédios escolares. Nenhuma aula começa sem isso que seja feito. Também vamos inspecionar todos os postos de saúde. Chama o secretariado para tomar pé da situação!


Ao que tudo indica, ações desse porte não foram tomadas. Também como poderiam pode alguém perguntar. Na verdade, nós só funcionamos quando somos acionados porque de resto, é a dor que nos chama para pensar no outro.

Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno