segunda-feira, janeiro 07, 2008

Mentalmente


A mente, pelo amontoado de pensamentos é por si, insana. Nesse complexo habita inúmeros personagens. A cigana que mora em mim, por exemplo, diz que depois de submetida à uma prova de fogo, serei feliz. E quem não seria?


O sábio que me envolve, alerta para precaução e diz que no caminho do progresso devo escolher a quem devo me agarrar. O estranho, sob o brilho do falso conhecimento, não traduz a linguagem estrangeira e passa despercebido.


A víbora, lasciva, destila o veneno num casamento incomum com a traquina menina que alimento e cultuo. O tédio desembarca de vez em quando e busca a monotonia para continuar hóspede.


A alegria, essa ganha no barulho que tanto aprecio, mas deixa a mente calma e relaxa o amontoado do pensar. Você tem idéia do persona que sou?
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno