terça-feira, abril 15, 2008

Pela beleza

O belo é o que se deseja. O bonito é o que se quer ver. E quase sempre convivo com o feio. Esta é a forma de seguir adiante, saltando obstáculos de idéias obstruídas por sentimentos exclusivistas.

Falo em exclusividade fugindo da perspicácia do pensar. Atento-me à vontade de alçar vôos, porque é assim o transporte para chegar ao objetivo final: alegrar-se com a alegria do outro.

Faz-se muito barulho para ações de tal rumo. Enquanto a beleza está querendo desnudar a todos do orgulho de ser hipócrita.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno