segunda-feira, maio 19, 2008

Quem tem medo do sábado?


Há quem diga que mulher adora perder tempo e se uma representante da ala feminina for defender o contrário, nem adianta apresentar teses.


Para quem se levanta antes do dia acordar, vai para cozinha alimentar a dependência da cafeína; escolhe uma roupa sem saber ao certo o que vestir, vai para o banheiro, pula debaixo d'água e faz mais uma promessa para comprar chuveiro elétrico; enfileira os cremes na sua frente e vai aplicando meio rude na pele necessitada de carinho; dá um beijo rápido no marido e entra no carro revistando bolsa pedindo para voltar porque esqueceu o celular... quem perde tempo, mesmo?


A rotina frenética de segunda e sexta faz uma pausa no sábado? Não, mesmo! levanta uma hora mais tarde, troca carinhos, pula da cama; toma banho sem reclamar da água que já está mais aquecida por conta do tempo; come mais pão, mais ovos, mais queijo. Disputa com a neta de um ano o espaço na mesa. E entre risos e dor - de - cabeça - a gripe ainda não foi vencida - logo após o almoço vai dar um tempo... no salão!


Bem - aventuradas as manicures, a cabeleireira, a depiladora, a massagista. Mulheres assim colaboram com a alegria e o descanso das representantes do gênero. É naquele espaço enfeitado, cheio de tentações cosméticas de última linha que a gente se entende. Foi - se a correria da vida.

É singular fazer as unhas, que sempre ficam de molho na água gelada para evitar as famigeradas bolhas no esmalte, que comprometem o visual e fazem com que a tinta saia antes do tempo.


Banhos nos cabelos, fricções no couro cabeludo, escovas, cores alegres. Existe sabatina melhor? Um dia deparei-me com um marido mal - humorado reclamando do uso que a sua mulher fazia das tardes de sábado e dos gastos nos salões. Deixei que ele falasse muito, reclamasse a sua má sorte e quando finalmente, o homem parou esperando uma resposta, não me fiz de rogada. Olhei bem nos olhos: E isso não é ótimo? Não é o que nos faz mais coloridas, alegres, atarefadas e intimamente mais femininas?


Você retrucou? nem ele!!


Para finalizar um dia como este, nada melhor do que um encontro com outras amigas mulheres, tagarelar longe do relógio, assuntos nossos: rimos, lamentamos, criamos, vibramos, acalentamos e, sobretudo, fortalecemos a amizade.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno