quinta-feira, junho 12, 2008

Abrace a data

Que comercial qual nada. Hoje é dia de olhar nos olhos profundamente, fazer declarações nem sempre sonoras; afagar a mão numa sinalização de companheirismo.

Dura quanto tempo esse chamego? Sei lá! não quero medi-lo, apenas perpetuar na lembrança fugaz da época porque namorar é o princípio de uma relação benéfica.

Se para as empresas, é um rendoso aditivo, para mim é um investimento de vida. Há quem pense que amar é um sonho. Acorde! É real. Ame quem está do seu lado - que nem por isso é percebido na sua totalidade.

Dê-se um presente. Abrace, sorria e beije muito. Afinal, de corpo presente, o abraço é a aliança universal da amizade.

Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno