segunda-feira, julho 07, 2008

Fruta para abstinência criativa



As mulheres, por ocasião da necessidade de salvação do planeta, deixaram a fauna e agora estão na flora. A ordem é ser fruta(?!) A melancia inciou o processo frugal, percursora da mulher - samambaia. Aí vieram a jaca, a moranguinho, a cerejinha ... será que alguém vai querer ser abacaxi, essa fruta deliciosa, refrescante, que lembra os trópicos?


Não vou aqui dizer qual a fruta será a preferência nacional, mas o que chama a atenção é que tudo é comida. Ou seja, a mulher continua alimentando o apetite voraz(?) do homem. A minha alegria não perco. As artistas desta Terra, as que não modificam o nome para se tornarem apetitosas, esbanjam talento. Estão na mídia séria.


Frutas são excelentes, mas merecem cuidados, têm tempo de validade. Amassam com facilidade e uma vez, machucadas, amargam. Quando retratadas pelo pincel do artista é natureza morta.

Meninas - frutas, ainda é tempo: mudem. Sejam mulheres, uma tarefa difícil, mas incrivelmente tentadora, porque uma vez mulher, temos muitas lições para aprender. E essa é a missão nossa aqui na Terra.


Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno