terça-feira, setembro 02, 2008

Elogios fazem parte


Eu sempre fui cismada com elogios. Quando pequena, feinha que era uma beleza, ninguém se atrevia a comentar - ainda bem, porque imatura não daria a resposta necessária para o ego. Depois de crescidinha, ansiava por um olhar de aprovação. Só muito tempo depois, quero dizer, agora, é que vejo que os elogios que não ouvi, foram a ausência mais necessária para a minha carência.


Há pouco, na visita diária aos blogs do meu amigo Nonato Albuquerque (esse homem é incrível) fiquei comovida. No Gente de Mídia ele faz uma crítica positiva a este blog. O melhor de tudo é que acredito em tudo o que ele escreveu. Sabe por que? Nonato Albuquerque é uma pessoa que aprendeu a ser leal.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno