sábado, fevereiro 02, 2008

A vida é uma festa!




quinta-feira, janeiro 31, 2008

Carnavalescos


No período do carnaval há vários blocos que merecem atenção. Os loucos por folia que fazem qualquer coisa, desde pendurar jóias e fazer empréstimos bancários para garantir a "tranquilidade no carnaval" sem deixar nada faltar para não decepcionar o Rei Momo;

os que se enterram em casa, desligam rádio e alugam quilos de DVDs; os que fogem para lugares desconhecidos; os que passam o ano costurando fantasias alimentando a cultura carnavalesca.
Há também aqueles que não vêem a hora da quarta-feira chegar com todas as cinzas para aquecer a alma desolada pelo abandono.

E há aquelas mulheres da primeira viagem, digo do primeiro carnaval depois do sim na Igreja com toda a glória da promessa do amor. O marido, esqueceu algo no carro e sumiu! Depois de chorar cântaros, formar o bloco das enganadas, sai em busca - já disse que é marinheira de primeira viagem - do desaparecido que pode estar, - que Deus nos livre - estendido em alguma maca de hospital ou até, pior deus me livre sem idéia de onde encontrar.

É fácil lembrar e até citar situações antes embaraçosas, que hoje são engraçadas porque se a história se repetisse eu aconselharia: marido sumido em pleno carnaval? procura no Google, amiga!

terça-feira, janeiro 29, 2008

O Papa tem razão


O Papa Bento 16 critica a vulgaridade dos meios de comunicação com razão. Vejamos a forma como a arte e a cultura, por exemplo, são tratadas. Alguns poucos canais de TV mostram superficialmente a essência cultural do homem. E apresentam-na como se privilégio fosse para alguns saborearem.


A grande massa - não gosto da expressão - fica à deriva. Continua à margem sob a pecha de que não tem interesse. Que a informação é democrática no conteúdo, mas não na forma. E enchem a tela de mesmices, cultuando a criminalidade, alimentando no homem o que ele precisa monitorar, numa convivência pacífica com o seu consciente.


Informações incompletas sem razões aparentes de ser. Uma corrida pela audiência numa aposta de números sem precedentes. Até quando continuaremos assim?


segunda-feira, janeiro 28, 2008

Proibido


Medida Provisória proíbe venda de bebida alcoólica nas estradas, a partir de primeiro de fevereiro.
Quem gosta de biritar enquanto corre estradas, sem nenhuma preocupação, não se deixa abalar. Já deve ter disponibilizado uma forma de burlar a lei: formar estoque de bebidas no porta-mala do carro.
E feliz vai atendendo aos impulsos pensando que a responsabilidade de manter vivos os que pegam estradas é da Polícia Rodoviária.


A proibição acontece porque falta bom senso. E quando o bom senso não se faz sentir...

domingo, janeiro 27, 2008

Aprendendo amar


Estava visitando páginas de amigos do Orkut. Entre os recados que se repetem - acho interessante os posts fabricados - mas isso não é conversa! Lá na página da Valéria, nossa humorista, verifiquei um vídeo de boa qualidade. O cantor de mil vozes interpretando um antigo sucesso. Prendo-me nas letras amor é tudo que eu tenho pra dar.... depois é só perdoar ... é só pedir mais... quem ama volta atrás.


No pequeno mundo de amor ao qual me prendo e ao mesmo tempo, me perco, senti vibrar uma grande alegria da redescoberta dessa capacidade infinita. Infinita porque a vida sem tempo para acabar mostra o quanto é possível viver um sentimento amplo, de cor azul posto que infinito.


No verde volto a carga da emoção para provar a mim mesma que posso e quem sabe permitir por mais tempo ainda me envolver, mergulhar nesse bem-querer. É assim que aprendo a agradecer pela oportunidade de estar aqui agora, mesmo que em meio a tantos turbilhões emotivos, os quais necessita de gerenciamento, sinto-me livre para me prender outra vez!


Porque é assim que entendemos o que seja amar.

Obrigada pela visita

Espero seu retorno