segunda-feira, abril 27, 2009

Ora, bolas!


Ora bolas, deixem-me envelhecer em paz! O desabafo alimentado por uma tremenda dor de cabeça -causada por uma virose somada a uma sinusite- foi dado enquanto lia e-mail insistindo para que mantivesse o corpo em forma. O texto sugeria ginástica diária, não sei quantos exercícios. Mais adiante, emagrecer, endurecer, fortalecer e outros "er".


Quer dizer que beirando os 60 anos ainda tenho que continuar sendo a mulher maravilha, imitação das artistas, que ainda acham que precisam ser lindas aos 70 com cara de 20? Ora, bolas!


Eu quero curtir os meus 54 anos, com a soma de todas as minhas vivências. Com o prazer de ouvir os meus netinhos chamando-me vovó, sem me sentir como uma velha acabada. Eu sou tão ocupada para estar gastando a energia que ainda tenho com bobagens.


Aos 20 anos, fiz o que se faz aos 20; aos 30 anos, curti o amadurecimento e fiz companhias a muitas lutas por ideais, agora mais direcionados. E assim fui aos 40 anos. Agora, com licença, eu vou ser cinquentona com muito gosto.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno