quinta-feira, maio 27, 2010

Lei do amor está em vigor

Estava ouvindo uma canção em que o cantor repetia sem constrangimento é preciso amar, é preciso amar indefinidamente. Pensei incomodada, será que faltou letra mesmo, inspiração para o compositor? Depois quando finalmente, a música terminou, cismei que a evocação do músico é um mantra.

Outro discurso cutuca o cérebro, é um deputado cobrando leis rígidas para conter a violência. Veio à lembrança imediata da frase mais repetida entre nós e também esquecida Ame o próximo como a ti mesmo. A Lei do amor, universal, acessível, democrática, ininterrupta.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno