quarta-feira, setembro 29, 2010

Quer saber pra quê?

Sempre fui perguntadeira. Queria saber sobre tudo e depois de ouvir as explicações ainda vinha o por quê? E tinha como resposta quer saber pra quê, hem?

Resposta sábia dos pais que serve de lição até hoje.

Sempre quando vou divulgar algo na mídia pergunto-me com qual a intenção. Toda informação é intencional.

terça-feira, setembro 28, 2010

De lua

As vezes me sinto médica, quando sou exortada a tratar alguem que sofre. Noutras, sou a própria essência que provoca a saude.

Às vezes, sou professora e sirvo até de modelo. Noutras, não consigo um só ouvido de atenção. Às vezes, sou aluna dedicada, com os deveres em dia. Noutras, fujo da escola nos caminhos de escolhas vagas.

Ás vezes, o medo toma conta e me escondo entre os pensamentos que assustam. Noutras, a tranquilidade habita-me e experimento a paz que julgo ter.

Às vezes sou admirada, noutras vaiada e experiencio a dor da rejeição. Só que neste momento, é o meu melhor aprendizado. Se pensa que desisto, olha só a prova atual que estou respondendo.

domingo, setembro 26, 2010

Garras

Estava lembrando os apelidos que costumamos ouvir quando criança. Neste periodo da vida somos tão leais aos nossos sentimentos que chega a ser cruel. Ainda bem que a gente cresce e freia esse manifestar intenso. A ideia era ser engraçado, no entanto, quando a piada apenas faz rir o autor, o momento exige reflexão.

Em casa, por conta do cabelo grande, era chamada de cabeluda e quando defendia os meus interesses de onça. Ficava igual ao animal, super braba. Pelo menos era assim que o via.

No entanto, hoje, a definição não me feriria. A felina linda, tem garras, liberdade de uma selva verde e nada fez que se arrependesse.

Obrigada pela visita

Espero seu retorno