sexta-feira, julho 15, 2011

Dançando

A vida é uma canção e eu quero ser os instrumentos e as dançarinas.

Ser suave como a harpa e valente feito baqueta dos pratos da bateria.

Perder o fôlego no sax e encontrar força no atabaque.

Saber encontrar o equilíbrio no rodopio.

Ter braços cruzados, apêndices seguros para seguir adiante.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno