quarta-feira, janeiro 16, 2013

Na real...

No tempo em que acreditava ser amor as explosões de ciume, fui feliz com o companheiro. No momento em que despertei para as consequencias doentias da posse, fui infeliz. Busquei um meio termo - entre os tapas e os beijos - para não melindrar a resistente controvérsia masculina.

Esse retorno ao tempo veio há pouco, ouvindo um colega relatar uma cena que marcou. Nada é mais eficaz para combater sonhos rosados do que a realidade!
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno