terça-feira, abril 30, 2013

De lua virada

A cor densa o pensar. Carrega nas matizes e o ceu da esperança nubla a expectativa. Nem feliz, nem triste. É só um quadro em branco que se deixou tingir. Vermelho vivo.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno