sexta-feira, julho 13, 2007

Vivenciando


É vivendo entre autoridades, pessoas que compõem o mundo das decisões, que necessitam estar em dia com ações muito além das factuais, percebo o quanto é rica a rotina de quem pensa que a vida que lhe foi legada, é simples e inócua.



Mesmo aquela rotina entre paredes, portando produtos de limpeza na tentativa de manter limpo o local onde a maioria suja. Diante do fogão e de panelas fumegantes, no preparo de alimentos para serem consumidos por quem não conhece.


Detrás de um volante de um ônibus, sempre lotado, com passageiros apressados, lidando com ruas que levam para caminhos repetidos, e nem por isso, conhecidos. Sinal fechado muitas vezes para a esperança de um salário melhor, quem sabe, um jantar fora de casa com a família?


Diante de uma porta recebendo, nem sempre com sorrisos devido ao tédio do semblante repetido de pessoas que trabalham com a dor, os que buscam muito mais que informação sobre os seus males.


Diante do monitor, deixando fluir o pensar, na tentativa de agradar o internauta ou mesmo só para reter momentos ricos da vida de quem lida com as letras.


A rotina doméstica é tão rica quanto à do mercado, quando somos constrangidos a traçar metas, numa atitude aparentemente tosca diante de uma realidade que foge à nossa compreensão.


A vida é um banquete servido todos os dias, não importa o ambiente, nem os comensais.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno