quinta-feira, setembro 20, 2007

Dar ouvidos


Sei que não estou bem quando a conversa de outras pessoas me incomodam. Pois é, sou toda ouvidos, realmente. Mas, não para ficar atenta o suficiente, mas por uma tolerância auditiva limitada. O tempo de rádio me treinou para que assim fosse.


Devido a isso, hoje sou mais cuidadosa quando falo. Também já é tempo de parar de desatar a fala sem ocupar-me da audiência. Quando sou convidada a falar sobre algum tema, como a espiritualidade, por exemplo, costumo me colocar no lugar do ouvinte. Não falseio a voz, mas tento torná-la mais agradável. E nisso, vai muito do meu humor. Deve ser por isso que sorrir não rima com dor.


No rádio, mídia para a qual estou retornando, o respeito cresce. Afinal, sem o feed-back para quem falaríamos?

Agora, de mim para você, já há algum tempo não escuto rádio porque quando no bom horário, estou dando ouvidos a outras falas, e também por pura intolerância de locuções outras.

Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno