segunda-feira, novembro 12, 2007

Você tem sede de que?




Quando trabalhamos com a comunicação, nada é mais estimulante do que o feed-back, aquele retorno dos que nos ouvem, nos assistem, nos dão audiência. Desta vez batemos o recorde com a participação de 19 pensadores respondendo à enquete que dá título a este post. Valeu turma!




Desse total, três responderam que tem sede de água; dois de leite saudável; três, de dinheiro; três de fama; 12 têm sede de conhecimentos e o mesmo número, de novas oportunidades. A enquete em questão permitiu que o participante pudesse optar por mais de uma resposta.



Depois desse estímulo, me resta temperar mais ainda o blog, mexendo com o pensador leitor. Afinal, comunicação é uma necessidade vital. Agradeço a participação de todos os 19, que se prestaram a responder.



Para aumentar a interação, estou aceitando sugestões para novas enquetes. Acho que já deu para perceber qual é a minha sede de vida. O que mais me consome, que me deixa louca de sede é a vontade de criar, ou melhor, procriar letras, fazer com que o outro, em busca também de um discurso próprio, se sinta estimulado a fazer o mesmo.



As letras são o nosso material de consumo. A inspiração é a o empurrão que recebemos e a reunião das palavras dão sentido ao recado, que só ganha vida quando olhos ávidos debruçam-se e abrem a janela, deixando entrar na nossa casa, em alguns momentos intacta pela ignorância, a luz do conhecer, do saber do outro.
A imagem das flores veio de uma pessoa que aprendeu a gostar de mim e distribuo com você porque só gosto de passar adiante o que me deixa feliz.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno