quarta-feira, setembro 20, 2006

Classicamente musical


Hoje quis ler as notícias em grande estilo, ao som de músicas clássicas, a maioria, desconhecidas nossas. Mas, me dei ao privilégio de curtir parte das 150 mais belas melodias do mundo, album adquirido, já há algum tempo.

Busquei aquelas as quais o meu ouvido está mais ou menos acostumado. E fui acompanhando os fatos dançando mentalmente. Percebi, como sempre ocorre, que a realidade dóia bem menos.

A música de verdade pode ser um antídoto porque nos eleva os sentimentos. Assim sendo, relaxei com a arte de Ludwig van Beethoven, Fréderic Chopin, Manuel Maria Ponce, Franz Schubert e me deixei embalar por Lullaby, de Johannes Brahms(foto), uma cantiga de ninar composta em 1868, que acalanta, acenando a esperança de dias melhores.

E, mais uma vez, entre tantos lamentos ainda suspirados por mim, queixo-me do barulho que hoje ocupa a maioria das emissoras do país, e fere os ouvidos.

Não obstante, há o consolo de que tudo passa. E essa tempestade sonora também vai passar porque a vida é uma Sinfonia inacabada, nome da grande obra de Franz Schubert, composta em 1822, que até hoje não se sabe porque não foi concluída.

Conheça mais sobre os grandes compositores deste Planeta, aqui.
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno