quinta-feira, março 04, 2010

cinco ponto cinco

Pronto! Cheguei aos 5.5. Adeus 5.4, dígitos tão simpáticos. Mas, pensando bem, 5.5 soam tão bem. E por falar em eco, agradeço a todos iluminados amigos que me desejam luz.Amo o dia do aniversário. São tantos abraços, desejos de dias felizes.

Amo até os parabéns de empresas com as quais já me endividei e que, por cordial marketing lembram do meu aniversário.

Pois é, no dia quatro de março de 1955, por volta das sete horas da manhã, gritei por socorro para sair de um lugar tão apertado... Mamãe insiste em lembrar que "minha Fátima nasceu com seis quilos e 100 gramas e dois dentinhos". Papai, apesar de muito mais moderado, lembra que fui capa do Jornal O Povo, que 30 anos depois, foi a empresa que me recebeu.

Não é o máximo?
Postar um comentário

Obrigada pela visita

Espero seu retorno